quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Ninfoplastia - Foto antes e Depois - Julia - Belo Horizonte


Meninaaaaaaaas! Cheguei!

E hoje vim para trazer um relato super-mega-completo da linda Julia, de Belo Horizonte.

A Julia entrou em contato comigo antes mesmo de fazer a cirurgia e já logo chegou mostrando que tava afim de colaborar!
Colaborar como?
Colaborar com um relato rico e detalhado, ilustrado com fotos bem feitas... e feitas com carinho!

Hoje mesmo ainda comentei com ela que esse tipo de material vale ouroooo na internet, já que aqui é o único lugar que podemos encontrar relatos REAIS e onde podemos nos comunicar sobre o assunto.

Lembrando que quem quiser colaborar, não precisa ter feito a ninfoplastia.
Basta enviar as fotos + relatos para meu e-mail: elamaislinda@gmail.com
Aaaahhh! Anonimato garantido, viu lindas???

Voltando para a Ju...
Obrigadaaaaa querida! Desejo uma recuperação bem tudo-de-bom para vc! Queremos acompanhar de perto, tá???
E espero que você fique com a gente até o final (Não é, senhorita juliaaaaaa?), relatando toda a recuperação da cirurgia!

O relato já diz muito... vou ser breve e fico por aqui. Então vamos para o relato?

Ele é longo, bem elaborado, detalhado. Leiam com atenção, pois vale a pena!

RELATO:

Olá!

Sou Júlia, tenho 24 anos e sou de Belo Horizonte.

Antes de mais nada, gostaria de agradecer a iniciativa e o empenho em manter este blog! Ele foi decisivo para que eu tomasse coragem para fazer minha ficar mais linda :)

Vou deixar aqui meu relato, um ~pouco~ extenso, mas detalhado e sincero.
Nele, pontuo as informações que foram importantes para mim e que considero úteis, ainda que cada experiência varie de pessoa para pessoa.

Dividi o texto em tópicos, pois assim ficam mais fácil para a leitora identificar o assunto de cada parte.

Sobre minha trajetória até agora:


Desde pequena, com uns 10 anos de idade, eu já percebia que a minha era bem diferente da minha irmã e da minha prima. Tomávamos banho juntas e eu já sentia vergonha na época. Minha mãe também já comentou, mas ela tem uma teoria de que é melhor "não mexer no que está quieto", e nunca conversamos sobre o assunto. Fora estas ocasiões, nunca conversei com outras mulheres sobre "ela".

A adolescência chegou e piorou um pouco. Ela começou a ficar escurecidinha e a marcar nos biquínis.

Na primeira vez que recebi sexo oral, meu namorado (também pouco experiente) disse: "Nossa! São quantos lábios mesmo?!".

Sexo oral sempre me deixou meio travada e constantemente, quando estou cismada, eu recuso.

Com relação ao sexo vaginal, procuro desencanar e curtir. O único problema é ter que usar sempre muito lubrificante (se não, eu me machuco muito e machuco meu parceiro também) e a relação não pode ser muito longa.

Usei anticoncepcional oral durante 9 anos (dos 15 aos 24 anos) e sinto que não ajudou muito na aparência dela também. Recentemente coloquei DIU e tem sido ótimo em vários sentidos. Creio que colabore para mantê-la bonitinha também.

Ultimamente, percebendo o quanto estava marcando em biquínis e calças de lycra, as constantes irritações e fissuras na pele e um crescente desconforto ao ficar nua, me fizeram pesquisar e tomar coragem para fazer a ninfoplastia.


MEU PLANO CIRÚRGICO


Correção cirúrgica de hipertrofia de pequenos lábios vaginais: ninfoplastia.
Extensão: capuz clitoriano e pequenos lábios. Procedimento com anestesia geral e sedação.

Cirurgia feita com Cirurgião Plástico, em Belo Horizonte, no Hospital Life Center.


CIRURGIA E ANESTESIA


A cirurgia foi rápida e tranquila. Apenas como curiosidade... Eu sempre acordo "apressadinha" em cirurgias. Nesta não foi diferente. Deve ser algum efeito da anestesia em mim. Acordei no meio, falei alguma coisa e me sedaram novamente. No final, quando estavam me movendo da mesa de cirurgia para maca, eu acordei de novo e cismei que queria levantar e me mover sozinha - com o médico e as enfermeiras, no sufoco, me segurando! Se você conhece algum tipo de reação que você tem com a anestesia (agitação, enjoo, alergias, vômitos), não se esqueça de avisar à equipe. Eu esqueci! ;D


SALA DE OBSERVAÇÃO


Assim que me colocaram na sala de observação pós-operatória, já mais consciente, pedi para ficar sentada e caminhar um pouco (caminhar com calma não atrapalha na evolução dos pontos). Afinal, quem sabe melhor as necessidades do meu corpo do que eu mesma? Caminhei, não deitei mais - e foi ótimo para mim, aliviou minha circulação e não tive torpor pós cirurgia. Da mesma forma, se você se sentir melhor ficando deitada, dormindo, se sentir necessidade de passar a noite no hospital, diga! É seu direito permanecer da forma que te deixe mais aconchegada e segura, consideradas as especificidades do seu caso.


ALTA


Com 20 minutos me deram lanche e com mais 20, alta, nem houve a necessidade de ir para o quarto. Enfim, tudo muito rápido e mais confortável o possível :) Na alta, já estava de calcinha (que o médico pediu para levar, mais larguinha) e com uma gaze aberta, para conter o sangramento. Não há curativo fechado, apenas os pontos (até porque você vai fazer xixi e manter os fluxos fisiológicos da vagina normalmente). Aconselho que leve um vestidinho para a saída do hospital; calça ou short apertando a região não deve ser legal. Saí do hospital caminhando sem dificuldades.


PRIMEIRAS HORAS EM CASA E PRIMEIRAS SENSAÇÕES


Em casa, assim que me acomodei, fiz as fotos do pós-operatório imediato (ficaram um pouco tremidinhas, mas ao longo da semana farei outras). Desde a chegada em casa já foi possível caminhar, sentar, deitar, ir ao banheiro e fazer as necessidades sem ajuda. A alimentação do restante do dia foi normal.
Foi receitada Dipirona para dor ou Tylex para dores mais intensas e Meloxicam, anti-inflamatório, para ser usado durante 5 dias. A anestesia cedeu com algumas horas, mas não senti ainda nenhuma dor, nem necessidade de tomar analgésico. Estou chocada e muito grata por isto! Os cortes são bem extensos: próximo à púbis, ao redor do clitóris e nos pequenos lábios até a região do períneo, então eu esperava que sentiria alguma dor. Ainda bem que não!
[Confissão] Dei uma encostadinha no clitóris, no banho, para checar se está tudo bem. Um dos meus maiores medos era com relação à sensibilidade, principalmente porque minha cirurgia mexeu bastante no entorno dele. Ele está bem, sensível, vivo hahahah, apesar de parecer não estar pronto para brincadeira por enquanto.


SANGRAMENTO E INCHAÇO


Nas primeiras duas horas, o sangramento estava com volume mais ou menos parecido com um fluxo menstrual intenso. Depois foi diminuindo bastante até a noite, fazendo pequenas manchinhas no absorvente, apenas.
O inchaço é lento e contínuo (da mesma forma como em outras cirurgias, dentro da normalidade). Imagino que nas próximas horas, até uns 5 dias, ele atinja um ponto máximo e vá desinchando aos poucos. A única sensação que tenho agora é esta, da pele um pouco esticada pelo inchaço. Não chega a ser desconfortável, mas me faz andar com a perna um pouco aberta (parecendo uma patinha! =D). Na foto do primeiro dia dá para ver como toda a região, incluindo coxas e parte do bumbum estão inchadas.
Sou veterana em cirurgia plástica e já aprendi que no primeiro mês é melhor não se importar tanto com a estética da área (apesar de já estar bem feliz com a aparência dela!). As fotos daqui do blog mostram como muda muito ao longo das semanas. Desencanar e cuidar: vai ficar a cada dia mais linda!


BANHO, HIGIENE E NECESSIDADES


Acho que é normal a pepeca ficar parecendo um pouco "confusa" nos primeiros dias, afinal, pontos, inchaço, sangramento... Mas fica tranquila, vai estar tudo lá! Grandes lábios, pequenos lábios, abertura da vagina, clitóris, uretra e a musculatura do assoalho pélvico e do períneo ativas. Logo, as necessidades fisiológicas tendem a acontecer normalmente.
Deu medinho quando senti vontade de fazer o primeiro xixi, mas foi tranquilo. Deu uma ardência muuuuito levinha e logo em seguida lavei com água e sabonete íntimo, segundo a orientação do meu médico. É muito importante não segurar a vontade de fazer xixi após a cirurgia (e na vida também!), para evitar infecção.
Estou usando uma calcinha mais larguinha e absorvente comum, tudo bem soltinho, sem me apertar. Faço a troca do absorvente com bastante frequência, mesmo com pouco sangramento, para manter a região limpinha e mais sequinha.
Tenho o funcionamento do intestino bem regulado e acho que está indo tudo bem com ele, apesar de ainda não ter feito. Sei que alguns medicamentos podem afetar o funcionamento do intestino, se acontecer, o médico pode orientar sobre isso.
Como disse acima, consigo desde este primeiro dia, fazer toda a minha higiene, banhos e trocas de roupa sozinha, de forma que minha irmã, que estava me acompanhando, foi trabalhar tranquila no restante do dia.


COMPARATIVO ENTRE NINFOPLASTIA E OUTRAS CIRURGIAS


No último ano e meio fiz mamoplastia de aumento (silicone, submuscular) e rinoseptoplastiaplastia (nariz, mais pela respiração que pela estética), ambas feitas juntas na mesma cirurgia. E agora, a ninfoplastia.
Tenho tido a sorte de sempre ter uma recuperação rápida, com pouco desconforto. Mas sei o quanto isso varia de pessoa para pessoa (minha irmã, por exemplo, colocou silicone com o mesmo médico, na mesma posição que eu, e teve uma recuperação mais sofridinha), as experiências são muito pessoais e subjetivas.
Mas, num comparativo entre as três, diria que a ninfoplastia é a mais tranquila na maioria dos aspectos. Mesmo considerando que estou no primeiro dia. Diferente das cirurgias anteriores, desde que cheguei em casa já é possível fazer tudo o que é necessário sozinha: mexer na minha roupa, lavar minha louça, preparar uma refeição simples, arrumar minha cama, minha higiene, tomar banho de corpo inteiro, deitar na posição mais confortável para mim, etc. Acredito que mesmo quem tem filhos, desde que não muito pequenos, consiga realizar as demandas essenciais da casa e para si mesma já nos primeiros dias (lógico que não vai ser possível fazer um faxinão nos primeiros dias do repouso!).


SOBRE A VIDA SEXUAL


No momento, o que mais penso é a retomada do sexo vaginal. Namoro e, naturalmente, estou curiosa sobre como vai ser o sexo vaginal a partir de agora. Será que vou ficar mais à vontade? Será que o clitóris vai ficar mais "animadinho" agora que não tem um monte de pele em cima dele? Será que vai demorar quanto tempo para "Ela" ficar com vontade de receber "Ele"? Será que vai doer nas primeiras vezes?
Segundo meu médico, o mínimo para se esperar é de três a quatro semanas, quando os pontos estão fechados e caem. Ele diz que a maioria das suas pacientes faz as primeiras tentativas entre um e dois meses, e que até o terceiro mês já estão conseguindo fazer de forma plena e sem nenhum desconforto.
Lembrando que a vida sexual não pára, se você não quiser, por causa da ninfoplastia! Sexo não é só vaginal, é no corpo todo! Eu penso que, se der vontade, esse período é até um incentivo para explorar sua sexualidade de outras formas, com ou sem o(a) parceiro(a). E, namorados(as), parceiros(as), maridos(as) nem precisa dizer, né? Paciência com "Ela", deixa a linda quieta o tempo necessário para ela.
Assim que eu experimentar, atualizo meu relato :)


SOBRE FUTUROS PARTOS


Ainda não tenho filhos. Na consulta antes da cirurgia, aproveitei para tirar a dúvida sobre um futuro parto normal, e meu médico confirmou que a ninfoplastia não atrapalha o procedimento de parto e não aumenta nem diminui a possibilidade de laceração ou necessidade de epistomia (corte no períneo, para o dar espaço para o bebê nascer). Então, segundo ele, futuros partos por via normal não sofrem nenhuma interferência por causa da ninfoplastia. Alguma leitora tem a experiência de parto normal após ninfoplastia? Se puder contar, seria ótimo :)


CONSIDERAÇÕES SOBRE A NINFOPLASTIA


Durante meses pesquisei e vi que nem na literatura médica há consenso sobre quando a hipertrofia deve ser tratada. Todos os médicos ginecologistas pelos quais já passei (uns 5, ou 6) afirmaram que variações de tamanho, cor, formato são normais (afinal eles observam centenas de pepecas ao longo dos anos, né?).

Todos eles me deram dicas para me ajudar com os desconfortos dos pequenos lábios, assim como dicas sobre TPM, contracepção... Ou seja, coisas absolutamente normais na vida de grande parte das mulheres! E cada uma de nós sente estas questões em maior ou menor intensidade.

Já ouvi gente falando que ninfoplastia está na moda. Isso pode ser verdade, em partes. Mas acho que a maior procura pela ninfoplastia tem duas explicações: acesso à informação e a consciência que as mulheres vêm tomando sobre seu próprio corpo.

Pense só: onde sua vó, na década de 70, 80, 90, iria procurar informações sobre a ninfoplastia? Não tinha internet. Não tinha blog "Ela mais linda", e provavelmente ela viveu numa época onde fizeram-na acreditar que a função de sua vulva era satisfazer o marido e ter filhos.

Até mesmo para as mulheres que tinham mais acesso à mídia, nas revistas masculinas da época predominava a imagem da mulher nua com pelos pubianos maiores, ou seja, escondendo, propositalmente, a estética da vagina.

Ainda bem que hoje a vovó, e eu, podemos nos informar, compartilhar experiências, falar de sexualidade mais abertamente e fazer a escolha de uma cirurgia na vagina por um ótimo motivo: nossa vontade sobre nosso próprio corpo e sobre nossas experiências!
Por outro lado, hoje temos esta mesma mídia e revistas masculinas mostrando pepecas (e corpos) sem pelos, clarinhas, simétricas, maquiadas digitalmente e normatizando o que é uma pepeca "bonita". Criando em nós a ideia de como "Ela" deveria ser. Lindas, tanto "Ela" quanto seu corpo devem ser apenas uma coisa: seu!

Então, que bom que nós estamos falando mais sobre isso, que bom que estamos indo no médico conversar sobre como ficar mais confortável, de todas as formas, com nossa vagina! Que bom que podemos fazer esta escolha pela ninfoplastia! Que bom que o SUS faz, que o plano de saúde faz. Que bom que também estamos conquistando independência financeira para fazer pagando, que bom que alguns companheiros apoiam financeiramente!

E que assustador pensar em quantas mulheres no mundo ainda não têm essa escolha. Que não têm acesso à informação. Que são mutiladas física e psicologicamente. Que têm negado seu domínio pelo próprio corpo, que, como eu disse acima, deveria ser delas e somente delas. Torço, sinceramente, para que cada vez mais mulheres pensem sobre ninfoplastia, sobre sexualidade, sobre planejamento familiar: além de tudo o que isso significa para uma mulher, isso é saúde pública.

Neste meu caminho da ninfoplastia, tive uma das experiências mais libertadoras como mulher. Eu fotografei minha vagina (incentivada pelo blog!). Fotografei, não daquele jeito meio truqueiro que fotografo para enviar pro namorado, fazendo pose.

Tirei foto dela de todos os ângulos, de perto, de longe, em períodos diferentes do ciclo (e vi o quanto ela muda ao longo do ciclo! As vezes a pele está mais iluminada, as vezes ela está mais cheínha...). E olhei, olhei, olhei e amei minha pepeca do jeitinho dela. Ela sempre foi linda! Ela já me deu muita alegria nessa vida! Ô! =D

E quando eu cheguei nesse pensamento, eu entendi que mesmo a minha motivação "estética" para fazer a cirurgia era legítima. Não por querer que ela seja como as da Playboy, não por achar que o namorado vai gostar mais dela ou por desejar me enquadrar em qualquer tipo de padrão. Ela já é linda e eu quero "Ela mais linda" pra mim!

Espero que esta reflexão chegue um pouquinho em vocês :)

My pussy é o poder!





Ps.: Deixo com este textão as palavras dessas três filosofas contemporâneas, que versam sobre a pepeca na contemporaneidade ;D

https://www.youtube.com/watch?v=xcTCI1PlZYY

https://www.youtube.com/watch?v=CIELYkfoKy8


FOTOS:

 Antes
 Antes
 Antes
 Depois




40 comentários:

  1. que relato deeeeez! Amei! quero acompanhar! Bjo

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou! Pode colar aqui no blog, que vou dar notícias sempre!
    Jú.

    ResponderExcluir
  3. obrigada pelo relato, gostei! pq seu corte do prepucio ficou torto? obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo avaliar muito bem agora, pois o edema (inchaço) está maior de um lado do que do outro, então ela parece estar inteira tortinha mesmo =p
      Mas pelo que eu percebo, tenho a impressão que o corte tende pro lado onde eu tinha mais pele, pode ser isso...

      Mas acho que só vou conseguir observar a questão da simetria quando essa primeira fase do pós-operatório passar. Vou dando notícias aqui e nas próximas fotos vou mandar uma que mostre mais o prepúcio, para comentarmos :)

      Jú.

      Excluir
  4. Oi Julia! Obrigada pelo relato atencioso! Vou acompanhar, pois tenho a vagina muito parecida com a sua antes da cirurgia. Estou ansiosa para ver o resultado da sua! Sou de São Paulo mas se der tudo certo, sou capaz até de ir para belo horizonte! rs... Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz pelo relato estar sendo útil! =D
      Também estou super curiosa pra ver como o resultado final vai ficar!

      Vou continuar enviando atualizações sempre e se tiver alguma dúvida, pode perguntar!

      Jú.

      Excluir
  5. adorei seu texto, Julia. Agradeço mesmoooo! me conta uma coisa, a sua família e amigos sabem da cirurgia?????? isso para mim é um impedimento de fazer! parabens pela sua reliazação! beijo!

    ResponderExcluir
  6. Moro com minha mãe e irmã, então contei para elas, que iriam cuidar de mim.

    Minha irmã, parceiraça, me apoia em tudo nessa vida e está aqui rindo comigo do pós-operatório. Hoje ela fez um vídeo meu andando patinha kkkkk que maldade! kkkkkk

    Minha mãe é mais conservadora. Quando contei que queria fazer a cirurgia ela me deu o conselho de sempre: "acho melhor você não mexer no que está quieto", mas respeitou minha decisão e está cuidando de mim.
    Eu mostrei para ela as fotos que tirei pro "Ela mais linda" e ontem ela me disse que entendeu porque eu fiz a cirurgia, até me pediu desculpas por não ter olhado melhor isso quando eu era criança e que agora fazia ideia de como me incomodava. Fiquei até emocionada, que linda ela! No final das contas, acho que foi bom eu ter tomado a decisão de fazer já adulta, por vontade própria. Não sei se quando eu era criança conseguiria compreender todas as implicações e levar com a tranquilidade que estou levando agora :)

    Meu pai veio aqui em casa hoje, ele não sabe. Eu disse que estava indisposta e ele nem desconfiou que eu estava operada (tenso falar disso com meu pai! hahaha)

    Para a família eu não contei. Minha família é muito grande e próxima, e eu sabia que se contasse para algumas tias ou primas o comentário iria se espalhar e seria o assunto do Natal!! hahaha
    Não por maldade, o pessoal comenta de tudo mesmo! De toda forma, achei melhor manter a discrição. (Até porque não é uma cirurgia visível, ninguém precisa saber, né?)

    Pro namorado, eu avisei que ia fazer uma cirurgia na pepeca, sem entrar em muitos detalhes, e que ela iria ficar de molho umas semanas, mas que a gente ia brincando como desse neste tempo (tô operada mas não tô morta ;D ...apesar de não ter coragem de mostrar a pepeca pra ele tão cedo!)
    Ele disse que eu não precisava mexer em nada, que ela é linda <3 mas que se fosse me deixar mais confortável, ele me apoiava.

    Sou funcionária pública do executivo federal e estou de greve. Corri pra fazer a cirurgia durante a greve, assim, não tem pressa para voltar pro trabalho. Não sei quanto tempo vou ficar andando assim, com a perna meio abertinha, e ficaria sem graça se os colegas perguntassem porque eu estou andando "diferente", sabe?

    É isso! (acho que eu falo muito! Muita energia acumulada por estar mais paradinha esses dias!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas sobre contar, eu penso o seguinte...

      Se você não quiser, ninguém precisa saber! Na verdade, só uma pessoa precisa saber, pois é necessário um acompanhante no dia da cirurgia e para cuidar de você se for necessário.

      Se tiver vergonha de falar com o pessoal de casa, dá para dizer que fez um procedimento no ginecologista e precisa ficar quieta uns dias, e pronto! Não tem porque ficar dando muita explicação.

      Se puder fazer a ryka, vai pra um hotel com o acompanhante depois da cirurgia! Aqui em BH um hotel ok, mediano, reservado com antecedência, ficaria em torno de R$ 500, 5 dias, que acho que é um bom tempo para estar bem recuperada e ninguém perceber. Considerando que não paguei pela cirurgia, seria um gasto ok se fosse para me trazer mais conforto e privacidade.

      Sempre vai ter alguém que não vai entender ou julgar mal, sabe? Mas as pessoas fazem isso por falta de informação ou puro preconceito. Seu bem-estar é muito mais importante que isso.

      Pode ser bom pedir a opinião das pessoas mais próximas e que se importam com você, mas a decisão é sua. Quem sabe da sua intimidade e vive na sua pele é só você :)

      Jú.

      Excluir
  7. AMEI! Um dia farei a minha! Beijo Julia fofa!

    ResponderExcluir
  8. Querida seu clitóris era para fora. O meu tb é. Na sua cirurgia ele fez algum procedimento para deixar ele mais guardadinho? Beijo obrigada! Adorei o texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi feito um recorte na pele ao redor do clitóris, mas nele mesmo nenhuma intervenção foi feita. O que me incomodava mesmo eram os pequenos lábios.

      Gosto de ter o clitóris gordinho e mais exposto, como ele é :) Sinto que ele é mais "fácil" de ser estimulado do que se fosse muito guardadinho (apesar de toda a pele que tinha por cima).

      Excluir
    2. Não tenha dúvidas sobre isso!O clitóris é análogo ao pênis,então mulheres que tem o clitóris maior tem mais testosterona e na hora da relação sente mais prazer pé toca mais.

      Excluir
    3. Olá julia! Eu também sou de Belo Horizonte e quero muito fazer essa cirurgia,, gostei muito do seu relato,, tenho medo de fazer.. você poderia me dizer onde fez e com qual medico e o preço. . Desde já agradeço, Nathalia!

      Excluir
  9. Nossa, ficou lindoooo, parabéns! Estou louca pra fazer, mas eu tenho medo. Os meus pequenos labios são grandes, quero fazer pela estética, ficar a vontade nas preliminares, mas com esse monte de pele fico desconfortável

    ResponderExcluir
  10. Ju Quanto vc pagou nesta clínica
    Foi particular ou convenio?
    Bjs parece que ficou ótima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi pelo convênio. O procedimento coberto se chama "correção cirúrgica de hipertrofia de pequenos lábios vaginais"

      Excluir
  11. oi juh tbm sou de bh é bom saber que tem mais gente passando por isso, eu fiz a cirurgia e seria bom convrsar contigo sobre o pos operatorio, teria como? bjo pri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pri!
      Vamos conversar sim :)
      Me mande email: brantjuli@gmail.com

      Excluir
  12. Essa cirurgia pode ser realizada tanto com cirurgião quanto com ginecologista?

    ResponderExcluir
  13. Sim, flor. Porém são poucos ginecologistas que realizam esse procedimento.
    Eu pretendo fazer com o meu que fez o meu parto .
    Sou de Brasília.
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado querida.Sou do rio grande do sul e estou pensando em procurar um cirurgião plástico.
      Boa sorte!abraços.

      Excluir
  15. Ola meninas , sou de Brasília e ontem fui numa consulta com cirurgiã plástica dr Ana Paula Galvão. Sai muito feliz porque meu ginecologista ia fazer. Mas graças a deus ele pediu outros procedimento s para ganhar mais dinheiro e meu plano não autorizou . foi então que decidi procurar essa médica . ela faz tudo pelo meu plano (Cassi). Inclusive ela vai fazer injetar um pouco de gordura da barriga nos grandes labios para que fiquem mais gordinhos... Tomara que fique bom .

    ResponderExcluir
  16. Amei o blog. Parabéns Ju pelo detalhado relato, sua cirurgia ficou ótima. Quem sabe crio coragem, um sonho antigo!!!

    ResponderExcluir
  17. Olá Julia!
    Achei muito interessante seu relato, todos os detalhes, vc foi muuito atenciosa! Também sou de Bh e estou em busca de um médico confiável p/ eu poder fazer essa mesma cirurgia. Infelizmente não conheço ninguém que tenha feito essa cirurgia e que poderia me indicar médico. Sei que, ao pesquisar na internet sobre esse assunto, aparecem várias clínicas de cirurgia plástica em Bh, mas me sinto mais segura em ter a indicação de alguém. Então, será que vc poderia me indicar o nome do médico (a) que fez a sua cirurgia? Vc disse que operou no Life Center, mas com qual médico? Desde já agradeço sua atenção, atenciosamente, Marina.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Jú, quero muito fazer a cirurgia e sou de BH. Você tem e-mail? Queria muito conversar contigo, se puder, seria muito fofo da sua parte

    ResponderExcluir
  21. Vi muita gente de BH querendo fazer a cirurgia, porém não conhecem nenhum médico bom. Eu tb sou e gostaria de indicações! Eu pesquisei e vi que alguns cirurgiões usam pontos absorvíveis, será que o resultado é melhor e não fica com aquela aparência costurada? Alguém que já fez pode compartilhar conosco?

    ResponderExcluir
  22. Gostaria de saber se no dia da cirurgia é preciso levar um acompanhante ???? Vou fazer e não quero contar a ninguém , a dr disse que a anestesia será raquidiana e que serei liberada no mesmo dia

    ResponderExcluir
  23. Qual foi o medico que te operou? Estou a procura de um cirurgião pra silicone e ninfoplastia.

    ResponderExcluir
  24. Oi Julia, tudo bem? Também gostaria de saber qual medico fez a sua cirurgia...
    Beijinho

    ResponderExcluir
  25. Muito parecida com a minha. Gostaria de ver após a recuperação como ficou sem o inchaço.
    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Meninas queria saber uma coisa,vocês que já fizeram essa citurgia podem me dizer se a pkk escurece? A minha tem os labios um pouco escuros mas nada demais, tenho medo que escuressa muito quando eu fizer..

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Dúvidas, respostas e experiências são muito bem vindas!